Dicas de Etiqueta para Realizar uma Maravilhosa Ceia de Natal

Uma das festas mais esperadas do ano inteiro – o natal – requer muito trabalho para que saia tudo de acordo com o desejado. Um decoração impecável, uma mesa farta e bem organizada, um menu para conquistar e agradar a todos.  Acontece que não é somente a estes detalhes que um bom anfitrião deve se atentar, mas também ao planejamento antecipado de tudo isto e, outras regras de boa etiqueta para não fazer feio diante de seus convidados.

A primeira regra é não convidar ninguém apenas por um gélido e informal e-mail. Embora os afazeres sejam imensos e o tempo curto, mesmo em tempos de alta modernidade na comunicação, o mais recomendável é convidar pessoalmente ou fazer um convite por telefone. As pessoas que recebem apenas e-mails podem sentir que há uma informalidade e que a presença dela não é tão importante assim, podendo até mesmo priorizar outros compromissos em detrimento do convite.

É também imprescindível que a decoração da casa não passe da medida certa. Exageros à parte, todo o evento natalino já é grandioso por si só, e rebuscamentos visuais podem cansar os convidados. Use a criatividade, trabalhe com os temas e as cores tradicionais, mas sem se esquecer de que a comemoração tem a finalidade de aproximar as pessoas, fazendo com que elas se sintam confortáveis no ambiente.

Para que a ceia não atrase, a comida esfrie e as crianças, em especial, fiquem irritadiças, é importante manter a pontualidade na realização das atividades programadas para a noite da ceia. A troca de presentes, por exemplo, precisa ser pensada de acordo com o número de pessoas que participarão dela. Se for uma troca simples, e um número de pessoas razoável, o aconselhável é que seja feita ao menos uma hora antes do início da refeição. Se houver um amigo secreto ou da onça, o ideal é que a brincadeira comece bem antes.

Alegre o ambiente com uma música leve e organize um cantinho para as crianças. Elas esperam sim a visita do bom velhinho e acabam ficando agitadas por razões óbvias. É sempre bom ter um espaço reservado para elas, e de preferência que não esteja num percurso constante de pessoas.

Não exagere na comida! Desperdício não é nada elegante. Procure ter a confirmação dos convidados que virão para a festa, para preparar os alimentos em quantidades mais aproximadas possível do consumo, mesmo que as sobras sejam aproveitadas no almoço do dia seguinte. Seguindo estas orientações, a festa seguirá sem surpresas e com muita elegância.