A História do Papai Noel

A figura conhecida mundialmente, com seu jeito de bom velhinho simpático e de aspecto gorducho, o Papai Noel, é um dos importantes símbolos do Natal.

Estudiosos afirmam que a figura do bom velhinho foi inspirada num bispo chamado Nicolau, que nasceu em Patara, cidade portuária na costa da Turquia, em 280 d.C. Conta-se que foi desde muito cedo que Nicolau se mostrou generoso. Ele costumava ajudar as pessoas pobres, deixando saquinhos com moedas próximas às chaminés das casas. Uma das histórias mais conhecidas relata a de um comerciante falido que tinha três filhas e que, devido à sua precária situação, não tendo dote para casar bem as filhas, estava tentado a prostituí-las. Nicolau, ao saber disso, passou na casa do comerciante e atirou um saco de ouro e prata pela janela aberta, que caiu junto da lareira, perto de umas meias que estavam a secar. Assim, o comerciante pôde preparar o enxoval da filha mais velha e casá-la. Nicolau fez o mesmo para as outras duas filhas do comerciante, assim que elas atingiram a maturidade.

S. Nicolau faleceu em 06 de dezembro de 342 (meados do século IV) e os seus restos mortais foram levados, em 1807, para a cidade de Bari, em Itália. Foi transformado em santo (São Nicolau) após várias pessoas relatarem milagres atribuídos a ele e é um dos mais populares entre os cristãos.

A associação da imagem de São Nicolau ao Natal aconteceu na Alemanha e espalhou-se pelo mundo em pouco tempo. Nos Estados Unidos ganhou o nome de Santa Claus; no Brasil de Papai Noel; e em Portugal de Pai Natal.

O curioso é que, até o final do século XIX, o Papai Noel era representado com uma roupa de inverno na cor marrom ou verde escura, bem diferente do que conhecemos hoje. Em 1886, o cartunista alemão Thomas Nast criou a roupa nas cores vermelha e branca, com cinto preto, que foi apresentada no mesmo ano à revista Harper’s Weeklys.

Em 1931, uma campanha publicitária da Coca-Cola mostrou o Papai Noel com o mesmo figurino criado pelo cartunista Nast, que também eram as cores do refrigerante. A campanha publicitária fez um grande sucesso, o que contribuiu ainda mais para difundir a nova imagem do Papai Noel.